Alvorada FM

(64) 3634-1588
Anunciante 05

Entretenimento

Rádios e TVs tiram músicas de DJ Ivis do ar após acusação de agressão

"Esperamos que justiça seja feita por esta mulher, a filha dela e por todas as que sofrem violência doméstica",

Rádios e TVs tiram músicas de DJ Ivis do ar após acusação de agressão
REPRODUÇÃO
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando
 
 

Após a divulgação de imagens em que o DJ Ivis, 30, aparece agredindo a ex-mulher, Pamella Holanda, 27, emissoras de rádio do Ceará anunciaram a retirada de músicas do cantor de sua programação e o canal Multishow também não irá mais exibir nenhum clipe que tenha a presença do músico.

Rádios do Grupo Cidade de Comunicação, como Rádio Cidade, Jovem Pan e a 89,9 FM publicaram uma nota de repúdio anunciando a medida. "Informamos que, devido aos atos de violência cometidos pelo cantor e compositor DJ Ivis contra a ex-companheira Pamella Holanda, nós, do Grupo Cidade de Comunicação, retiramos os hits do artista da programação musical de nossas rádios."

A FM 93, afiliada do Grupo Globo no Ceará, também publicou uma nota afirmando que não apoia nenhum tipo de violência contra mulher e que "em virtude da agressão cometida pelo DJ Ivis contra a esposa Pamella Holanda, nós não iremos mais reproduzir nenhuma música dele em nossa programação."
"Esperamos que justiça seja feita por esta mulher, a filha dela e por todas as que sofrem violência doméstica", continuou a rádio na publicação feita no Instagram. Já o Multishow afirmou ao colunista Leandro Carneiro, do Uol, que "todos os clipes com participação do DJ Ivis foram suspensos da programação do canal".

Nesta terça-feira (13), a arquiteta e influenciadora esteve no programa Encontro com Fátima Bernardes e disse que foi agredida pela primeira vez pelo DJ quando estava grávida da filha, Mel. Na ocasião, ela afirmou que tentou justificar para si mesma que ele tinha agido daquela forma por causa do temperamento dele.

"Eu não acreditava que ele podia fazer aquilo comigo", afirmou. Ela completou que as agressões se repetiram posteriormente. Pamella disse que não denunciou antes porque tinha medo de ser desacreditada por ele ser conhecido.

"A gente vive num país machista e somos criados nessa cultura. Eu tinha medo de que, pelo fato de ele ser homem e eu mulher, e a gente quase nunca ter voz e espaço, eu pensei 'tenho que provar que isso acontece e que ele faz isso comigo.' Se fosse só minha palavra contra a dele, eu ia viver tentando provar."

FONTE/CRÉDITOS: NOTÍCIAS AO MINUTO

Veja também

Anunciante 06

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )