Alvorada FM

(64) 3634-1588
Anunciante 05

Policial

Homem que foi assassinado em Costa Rica queimou pai e filha vivos em fazenda quando era adolescente

Jhony Mendonça, 22 anos; é dono de extensa ficha criminal

Homem que foi assassinado em Costa Rica queimou pai e filha vivos em fazenda quando era adolescente
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Jhony Mendonça, 22 anos,  que foi encontrado morto na manhã de quinta-feira (12), perto do Córrego Cascável em Costa Rica, é dono de extensa ficha criminal, quando tinha 15 anos, ele queimou vivo o pecuarista Oscar Serrou Camy 78 anos e sua filha  Marta Serrou 44 anos na fazenda onde moravam no de 2013.

Pai e filha queimados vivos

Peritos e bombeiros no local do crime (Foto: Edição MS/Arquivo)
Arquivo: Peritos e bombeiros no local do crime (Foto: Edição MS/Ângela Bezerra)

Segundo o delegado responsável pela investigação na época dos  crimes , Amylcar Eduardo Romero, o adolescente relatou que conheceu Robson e Carlos comparsas nos assassinato de pai e filha há mais de dois anos. Um dia antes do crime, a dupla foi até o assentamento onde o adolescente morava. No local, eles ficaram sabendo por meio de um homem, que seria líder do assentamento, de que Oscar estava precisando de funcionários para extração de madeira.

O líder ligou para o pecuarista informando que tinha duas pessoas para trabalhar em sua propriedade. Com isso, Oscar foi até o assentamento, na companhia da filha, para buscar a dupla, que seguiu para a fazenda e trabalhou até às 18 horas do dia primeiro deste mês.

No domingo, dia do crime, Carlos e Robson convidaram o adolescente para ir até a fazenda tomar tereré, porém, segundo o garoto, somente no caminho os comparsas revelaram que a intenção era assaltar pai e filha.

Na fazenda, os três foram recebidos pelas vítimas. Conforme o adolescente, depois de serem servidos com tereré na casa da família, Robson foi até os fundos e pegou uma barra de ferro, pedindo para o adolescente se afastar, pois iriam matar o “velho”.

Oscar ouviu a conversa e se trancou num quarto, enquanto Marta correu para os fundos da residência. Carlos ficou batendo na porta para arrombar e Robson ficou segurando a mulher.

Ao conseguir entrar no quarto, Carlos derrubou Oscar no chão e pediu que o adolescente chutasse, sempre exigindo dinheiro.

Diante da negativa do pecuarista sobre o dinheiro, Carlos desferiu um golpe na cabeça dele, causando um ferimento. Desesperada, do lado de fora da casa, Marta implorava que não matassem seu pai. Em seguida, o adolescente e Carlos começaram revirar a casa em busca de dinheiro.

Jhony em uma das vezes que foi preso pela Polícia Civil (Foto: BNC Notícias)

Segundo o adolescente, a mulher foi levada para dentro da casa e foi agredida e estuprada por Carlos e Robson, que em seguida chamaram o adolescente para participar da tortura. De acordo com o adolescente, ele também estuprou a vítima, que estava com um pano na boca para não gritar.

Depois do adolescente, Carlos e Robson voltaram a estuprar Marta, até que Robson fez com que ela desmaiasse.
A mulher foi levada para o quarto onde estava o pai. Lá, colocaram um colchão em cima de pai e filha, que estavam vivos, jogaram álcool e atearam fogo, relatou na delegacia o adolescente.

Enquanto as vítimas eram queimadas, os três bandidos continuaram vasculhando a residência. Eles encontraram R$ 930,00 e um revólver de calibre 38 com quatro munições intactas e uma deflagrada. Além do dinheiro e da arma, o trio levou uma bicicleta e algumas roupas das vítimas. O adolescente informou que o carro da família não foi levado porque nenhum dos três sabia dirigir. Eles também não pegaram os celulares por medo de serem rastreados.

Conforme o adolescente, os três deixaram a fazenda a pé, empurrando a bicicleta, e num determinado ponto, antes da fazenda Bananal, Carlos e Robson tomaram rumo ignorado, sendo que o adolescente foi para o assentamento Recreio, que fica no entroncamento das rodovias MS-215 e BR-163.

Depois de almoçar, o adolescente até às 16 horas e voltou a encontrar os comparsas, ficando os três juntos no local. Porém, no meio da semana Carlos e Robson fugiram para a região de Sonora, pois estavam com medo de ser pegos pela Polícia.

Sequestro e tentativa de chacina em Costa Rica

Local onde ocorreu a tentativa de chacina. Foto MS Todo Dia

Conforme o site MS Todo Dia, equipe da Polícia Militar foi acionada e quando chegaram ao local encontraram um jovem de 21 anos, que não teve a identidade divulgada, com ferimentos no rosto. Aos policiais ele contou ter levado golpes de facão. No mesmo local, um outro rapaz também de 21 anos, disse que teria levado dois tiros.

Os dois relataram que haviam outras duas vítimas e uma delas seria Jhony que já estava morto. No entanto, sobre o outro rapaz não tinham informações , já o outro eles não souberam dizer nada.

Segundo o relato dos dois, eles estavam em uma casa próximo ao Cocobongo quando quatro homens dois carros chegaram encapuzados e renderam as vítimas. E então eles foram levados até o local onde foram encontrados. Os dois sobreviventes foram levados para a Fundação Hospitalar de Costa Rica.

Os outros dois rapazes envolvidos também teria passagens por tráfico e roubo. A tentativa de chacina seria acerto de contas.

Estiveram no local equipes da Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Perícia.

Vista aérea do local onde o corpo de Jhony foi encontrado (Foto: MS Todo Dia)
Foto MS Todo Dia

Por Francisco Júnior e Ana Paula Chuva CAMPO GRANDE NEWS

Veja também

Anunciante 06

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )